I'm lost,I've gone to look for myself,if I should return before I get back,please ask myself to wait



Image Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.usImage Hosted by ImageShack.us


Protected By

Image Hosted by ImageShack.us
"He touched my heart with a thousand pleasures and broke it into million pieces."


''Ele tocou o meu coração com um milhar de prazeres e quebrou-o em milhões de pedaços. "

"Il a touché mon cœur mille plaisirs et s'est brisé en millions de pièces."

Tuesday, June 16, 2009

Me possui!

Vem,te estou esperando!
Sangue pulsando,quente aguardando
Impaciente te chamo
Me abraça em teus braços
Entrelaça meu corpo
Me faz tua amante
Me possui, agora, neste momento
Em pé ou deitada...
Image Hosted by ImageShack.us
Nesta sede de amor,tudo é valido
Não existe fronteiras
A entrega é total
Me abre como livro
Me lê a alma
Me domina o corpo
Me penetra
Me rasgando o ventre
Como se fosse uma espada


Bocas se unindo,num beijo apaixonado
De olhos semi serrados
Em busca do prazer total
Gemidos,suspiros,ais
Corpo transpirando,gotículas de amor
Caídos em momento de paixão
Enxuga minha pele morena
Com teus lábios quentes
Beijos,Carinhos ardentes

Image Hosted by ImageShack.us
Me abre as pernas,percorre meu corpo
Em todos os lugares
Com teus dedos e língua
Me leva ao paraíso
desvenda meus mistérios
Na alcova do amor
Onde seremos um só
Esperma ejecta e a carne sente
O amor quente na semente da vida.
Onde o amor é completo
Buscando Unicamente o clímax do amor
Entre dois amantes.
Image Hosted by ImageShack.us

Whispers

17 comments:

A Palavra Mágica said...

Que lindo post Rachel!!!

Que os desejos se realizem.

É muito bom falar de amor sem pudor.

Como você deve ter percebido, tenho algumas referências musicais e para este seu lindo poema deixo a letra da Rita Lee:

Doce Vampiro

Venha me beijar
meu doce vampiro
Ou ouuuuu
Na luz do luar
Ãh ahãããããh
Venha sugar o calor
de dentro do meu sangue
vermelho
Tão vivo tão eterno
veneno
que mata sua sede
e me bebe quente
como um licor,
brindando a morte e fazendo amor,
meu doce vampiro
Ou ouuuuu
Na luz do luar
Ãh ahãããããh
Me acostumei com você
sempre reclamando da vida
me ferindo, me curando
a ferida
mas nada disso importa
vou abrir a porta
pra você entrar
beijar minha boca
até me matar
Me acostumei com você
sempre reclamando da vida
me ferindo, me curando
a ferida
mas nada disso importa
vou abrir a porta
pra você entrar,
beijar minha boca
até me matar
de amor

Um grande beijo e parabéns!
Alcides

Whispers said...

Ah,querido Alcides.
Wicca nao sabe so falar de tristezas.:))))
Esperem que ela vai sair da concha.
Beijinhos e obrigado pela sua amizade
Rachel

Anjo azul said...

Oh minha Whispers, de mil magias
Eu tinha a certeza verdadeira
Que um dia da concha saías
Com coisas lindas desta maneira

Palavras cheias de sensação
Livres de qualquer “Porquê”
Palavras cheias de emoção;
Parecem lavas de um vulcão
Percorrendo o corpo de quem as lê

Bjs
Anjo azul

Moonlight said...

Minha querida Rachel
Ainda bem que voce está saindo de sua concha que se fechou por alguns instantes...ás vezes somos forcadas a tal.
Lindas tuas palavras de um desejo intenso de um amr de um delirar de um prazer totalmente absoluto.
Confesso que tem alturas que sinto falta desse sentir absoluto,mas como sabemos não podemos ter tudo nesta vida...e há que a aprender a viver com o que temos...

Um bjinho cheio de luar,minha linda

ams said...

Adorei o poema!! É forte, tem sentir... faz-nos sentir os protagonistas...

Parabéns

Whispers said...

Querida Moonlight!

Sonhar e viver, viver e saber sonhar.
Dar largas a imaginacao,faz bem...limpa a poeira que temos no bau.

Um beijo muito grande pra ti minha linda.
Rachel

Daniel Costa said...

Wispers

De novo apresentas um poema muito agradável de seguir. A inevitável sensulidade que vais atribuindo, acaba por ser sinónimo de sauvidade, quiçá desafiante, mas atraente, como convém que seja um post.
As tuas visitas, também são agradáveis pelas palavras.
Sempre grato com um beijo.
Daniel

Feiticeira said...

Amiga

Antes de mais nada, to com saudades, mas dificil vir aki pois o pc esta com virus, amanha vou formata-lo e levarei um tempo para instalar todos os programas e voltar a usa-lo como sempre

Mas não podia deixar de vir aki e dizer k amei seu texto e suas imagens

"Não voltarei a sentir meu coração esquecido"

Não repita isso jamais, pois vc é linda demais

Te adoro

Beijos, com muitas saudades

Dark Side of the Rainbow said...

My sweet Darling:
Do you know what you do to me
Everything inside of me
Is wanting you
And needing you
I'm so in love with you
Look in my eyes
Let’s get lost tonight
In each other
Let's make love
All night long
Until all our strength is gone.
Lot of kisses

J. Araújo said...

Você como sempre nos surpeende com seus belos poemas e poesias. Hoje essa toca no fundo do coração daqueles que curte um amor sem pudor em uma entrega total.

Bjss

O Profeta said...

Não há longe, teu mundo a ilha
Tens andar gingão mesmo à maneira
O verde é manto que te afaga os pés
O mar é o teu azul por cabeceira

Passos ao encontro
Alma cheia de cor e ilusão
Braços abertos à aventura
O mundo na palma da mão

Bom fim de semana


Mágico beijo

A.S. said...

Rachel...

Cada sílaba são doces caricias, deslizando suavemente sobre a pele...


Beijos!

Feiticeira said...

Amiga

Estou voltando, sem som ainda, mas de volta rsss

Te adoro, saudades

Muitos beijos e ótimo final de semana

Elisa said...

Wow!!!

Que lindo poema!
Fico feliz que sua concha esteja tentando se abrir novamente!
Amo você!!!!

Mil beijos e um ótimo final de semana!

lua prateada said...

Bem amiga mereces os parabéns por tua tão grande sensibilidade o post está maravilhosamente lindo...
O poema como sempre ...sem palavras...lindo amiga-
Beijinho prateado com carinho

SOL

sonho said...

Ola antes de mais obrigado pelo conselho...mas de facto uma dieta não iria funcionar...:)
Quanto a este texto cheido de sensualidade...hum espero que ele ja te tenha possuido...tal como tu descreveste...:)
Beijo de um anjo

Graça said...

Gostei deste poema teu, Rachel... cheio de sensualidade e erotismo.


Um beijo daqui e ainda bem que a tristeza vai-se dissipando.